: Mais Magazine:: Comentários: 0

O Colégio Paulo VI faz parte da história da educação nacional há mais de 50 anos. Pelas suas salas de aula já passaram milhares de alunos e centenas de professores. Este é um espaço que acolhe, como “casa”, ensina e prepara para o futuro através de um ensino de qualidade, alicerçado na excelência, competência e rigor, como nos explicam em entrevista os seus Diretores, Dulce Machado e Rui Castro.

O Colégio Paulo VI foi fundado no ano de 1964 pela ordem dos Frades Menores Capuchinhos, assumindo, em 1994, o estatuto de estabelecimento de ensino privado pela atual Direção. A partir de 1995 passou a cooperar com a rede pública de educação, ao nível do ensino secundário, no âmbito dos contratos de associação. Posteriormente, em 2016, com a cessão dos contratos de associação, assumiu-se como entidade privada totalmente autónoma e independente, posicionando-se como um colégio de referência e de excelência na oferta educativa do distrito do Porto.

Com uma oferta educativa excecional, o Colégio Paulo VI distingue-se por um ensino de qualidade e pelo uso de metodologias potenciadoras do sucesso pessoal e académico dos alunos. “O Colégio Paulo VI obedece ao currículo nacional, fazendo apostas diversificadas nos vários níveis de ensino, desde a Creche, Pré-Escolar, Ensino Básico e Secundário, sendo de destacar uma forte valorização da língua inglesa, que se inicia no pré-escolar, assim como uma seleção de atividades de complemento do currículo e extracurriculares suscetíveis de promover o desenvolvimento pessoal”, explicam.

A vocação eclética deste estabelecimento de ensino particular, sempre atento a todos e a cada um dos alunos, a par do rigor, dedicação, exigência e humanidade de todos aqueles que nele trabalham foram e continuam a ser as facetas mais marcantes deste colégio. “O respeito pela singularidade de cada aluno, as suas metas, sonhos, desejos e valores são fundamentais no dia-a-dia da nossa instituição”.

Projetos pedagógicos inovadores

O Plano Anual de Atividades do Colégio Paulo VI contempla projetos pedagógicos inovadores, quer a nível nacional quer internacional, numa dinâmica que constantemente se desafia a si própria e que permite aos seus alunos ampliar o conceito de cidadania e articular os conteúdos com aprendizagens reais e intencionais. Exemplo disso são o Projeto de Voluntariado, destinado a alunos do ensino secundário, o Grupo de Performance Criativa, o Clube do Ambiente, Eco-Escolas, a Associação de Estudantes que, em conjunto com a Direção do Colégio, tem promovido algumas ações de índole solidária, Filosofia para Crianças, o programa internacional Erasmus+, Speaking and Listening, Robótica, Parlamento dos Jovens e Torneio de Retórica, entre muitas outras atividades no âmbito do perfil artístico da Música e da Dança, assim como diversas atividades desportivas e clubes federados. “A importância dos métodos de aprendizagem inovadores prende-se com a otimização dos resultados dos alunos, assim como com o facto de os alunos terem ao seu dispor um leque de ferramentas de autorregulação da aprendizagem, que lhes permitem ajustar os seus métodos e processos de aprendizagem, assim como o seu equilíbrio cognitivo, emocional e social”.

Falar do Colégio Paulo VI é falar de história, prestígio e dedicação. A grande meta para o futuro é continuar na vanguarda em termos pedagógicos, levando ainda mais longe a sua ambição, em termos da personalização do ensino, de transição para a sociedade digital e da construção de uma escola que seja um espaço de cidadania e de formação cultural. Para além disso, “a aposta contínua da direção na remodelação e criação de novos espaços, levou a que este ano fosse implementado um novo campo polidesportivo e de padel, circuito de manutenção, zona pedonal e zona de recreio e lazer, para que os alunos possam usufruir de diversas atividades num espaço ao ar livre”.

Leave a Comment