: Mais Magazine:: Comentários: 0

Mais de 30 anos de experiência, mais de 10 mil clientes servidos e 100 por cento de satisfação. São estes alguns dos números que fazem parte da história do restaurante “O Mercado”. Fique a conhecer nesta edição este espaço emblemático de Lisboa, cuja frescura dos alimentos e a criatividade de José Manuel Teixeira, fazem do restaurante um local onde se mantém a gastronomia tradicional portuguesa.

Situado dentro do Mercado Rosa Agulhas, também conhecido por Mercado de Alcântara, o restaurante “O Mercado” faz as delícias dos amantes do bom garfo há mais de 30 anos. A gerência desta casa cheia de vida está a cargo de José Teixeira que, depois de uma vasta experiência na área da hotelaria, resolveu abrir este espaço na década de 90. Desde então, o restaurante “O Mercado” é um autêntico paraíso para amantes da cozinha tradicional portuguesa, mas também de peixe e marisco frescos.

À entrada temos peixes expostos na montra, para nos fazer escolher. Peixe fresco, muito fresco, mas acima de tudo bem trabalhado por quem está na cozinha, tanto na grelha como nos tachos. Podemos começar a nossa aventura gastronómica com uma amêijoa à bolhão pato e uma entrada de jaquinzinhos. Nos pratos principais, destaque claro ao peixe que, da montra, vai diretamente para a brasa, como é o caso da barriga de atum grelhada. Mas também temos os pratos de tacho, que aqui são feitos com mestria. O arroz de lingueirão, de garoupa e gambas são algumas das especialidades fora de série deste estabelecimento. No que toca à carne, as estrelas são o rabo de boi estufado, a aba de vitela assada no forno, mão de vaca com grão, a tradicional feijoada à transmontana ou os suculentos secretos de porco ibérico, que devem ser sempre acompanhados de um bom vinho, a escolher da garrafeira. Mas não se esqueça ainda de deixar espaço para as sobremesas caseiras, num registo tradicional e conventual. As principais escolhas, no momento de adoçar o palato, recaem sobre doces tradicionais, todos confecionados pela equipa do restaurante, como a sericaia, leite de creme, farófias, delícia de chocolate ou ainda o quindim de coco. Para além disso, as sobremesas com receita da casa são outra aposta ganha e muitos são os que optam por terminar a refeição com uma deliciosa tarte de noz, tarte cremosa de maçã, ou com o afamado bolo de limão. Para os mais arrojados, a tábua de queijos e marmelada caseira para acompanhar e terminar o vinho.

“O Mercado” é um clássico em Alcântara, e continua sempre cheio, porque quem lá vai gosta e sente-se entre amigos. Para além da cozinha, o cliente identifica-se com a equipa que o acolhe na chegada e que o acompanha no que é a sua jornada de refeição. A boa e profissional equipa hoteleira, sempre de sorriso no rosto e pronta a melhor servir os seus clientes, é o grande braço direito de José Teixeira e um dos elementos da fórmula de sucesso do negócio. “Procuramos estar sempre atentos e disponíveis. Aconselhamos e ajudamos o cliente a escolher e a desfrutar da refeição, assim como em toda a sua estadia no nosso espaço e convivência connosco. Mais do que servir uma refeição pretendemos proporcionar uma boa experiência ao cliente para que no fim do dia pretenda voltar”, assume José Teixeira que encontra ainda na “qualidade e frescura dos nossos produtos” outro dos diferenciais do espaço que gere.

Com uma capacidade para cerca de 180 pessoas, o restaurante “O Mercado” tem sempre as portas abertas aos apreciadores da boa comida. A par disso, a forma acolhedora e intimista com que recebe todos os clientes e famílias faz com que, apesar da dimensão do espaço, se sintam em casa. E para os que preferem degustar uma refeição de qualidade irrepreensível sem sair do conforto do seu lar, o “O Mercado” tem ainda disponível o
serviço de takeaway, que em tempos de pandemia levou o melhor da gastronomia à casa de milhares de pessoas. “Num ano tão atípico como foi 2020 e o início de 2021, a forma como estamos habituados a trabalhar e a servir o nosso cliente foi posta à prova. O takeaway foi uma das formas de contornar as dificuldades sentidas de forma geral pelo sector, e foi de alguma forma uma maneira para nos manter em contacto com os clientes habituais e que nos são próximos”, afirma José Teixeira.
Alicerçado na qualidade e profissionalismo, o restaurante “O Mercado” é um verdadeiro ícone em Alcântara. Para o futuro a excelência do serviço é o principal compromisso, não fosse isso o que melhor define este espaço. “Já vimos crescer diversas gerações dos nossos clientes e esperamos poder continuar a acompanhar essa evolução e crescimento, comprometendo-nos também a evoluir na oferta, de acordo com as preferências e
necessidades, mas também a manter as nossas raízes e a qualidade, quer do produto, quer do serviço”, assume José Teixeira. Da nossa parte fica a garantia de pratos deliciosos, num ambiente acolhedor e único que, certamente, continuará a fazer as delícias da imensidão de gente que por lá passa.

Leave a Comment