: Mais Magazine:: Comentários: 0

Fundada na Alemanha em 1931, a SEW-EURODRIVE é uma referência mundial líder na fabricação de tecnologia de acionamentos. Nesta edição da Mais Magazine damos-lhe a conhecer um pouco melhor o universo SEW-EURODRIVE, pela voz e testemunho de Nuno Saraiva, CEO da SEW-EURODRIVE Portugal.

A SEW-EURODRIVE nasceu há mais de 85 anos, na Alemanha, e começou a sua internacionalização em 1960 no mercado francês, seguindo-se depois outros países. Desde a sua génese, o Grupo SEW-EURODRIVE procura marcar presença onde se encontram os seus clientes, trabalhando com eles mediante os requisitos que evidenciam, uma tarefa que só é possível com uma representação direta em cada mercado. No seguimento desta filosofia, a SEW-EURODRIVE Portugal foi fundada em 1990, como consequência da aposta do Grupo no potencial de desenvolvimento da indústria portuguesa. Ao longo dos últimos 30 anos a SEW-EURODRIVE Portugal consolidou-se em solo fértil e comprovou o sucesso da aposta do Grupo no mercado português. 

Soluções concebidas à medida do cliente

Com mais de oito décadas de história a SEW-EURODRIVE foi acompanhando a natural evolução do mercado, adaptando e alargando o seu espectro de serviços às necessidades de um mercado cada vez mais exigente. Inicialmente, associada aos redutores e motores elétricos, hoje, a SEW-EURODRIVE comercializa todo o tipo de soluções para movimentar qualquer tipo de cargas de forma controlada. Presentemente, a oferta de soluções é imensa e concebida à medida do cliente desde a fase de projeto, sempre com a garantia de qualidade SEW-EURODRIVE. “Não há diferença entre as soluções disponibilizadas em Portugal e noutros mercados, pois a nossa equipa de engenharia e serviços tem a mesma formação que os restantes colaboradores do Grupo. Desta forma, conseguimos garantir a mesma qualidade e serviço em todos os mercados em que a SEW-EURODRIVE atua”, ressalva Nuno Saraiva.

Presente em todos os setores industriais, como os aeroportos, com a movimentação das bagagens, a indústria de alimentação e bebidas, da cortiça e do cimento, na indústria do papel, vidreira e mineira, na indústria da madeira ou na logística de portos, com a movimentação de contentores. A SEW-EURODRIVE concebe soluções de acionamento que vão desde o fabrico, até à carga e descarga de contentores, passando por linhas completas de fabrico, equipamentos de fim de linha e armazéns automáticos.

Conceito modular dá vantagem competitiva à empresa

A SEW-EURODRIVE destaca-se pelo seu conceito modular, desenvolvido pela empresa há mais de 50 anos. Graças a este conceito de produção centralizada e montagem descentralizada, a empresa alcança uma vantagem competitiva significativa, uma vez que possibilita prazos de entrega mais curtos e uma ampla capacidade de montagem local. “O conceito modular funciona numa lógica idêntica às peças de Lego, em que mediante a forma como combinamos estas peças obtemos um produto final diferente”, esclarece Nuno Saraiva. Ao fabricar centralmente, o Grupo SEW-EURODRIVE garante que todas as peças recebidas pelos estabelecimentos de montagem descentralizados (de que a SEW-EURODRIVE Portugal é exemplo) estão de acordo com os padrões de qualidade definidos como fundamentais para oferecer um equipamento de elevada qualidade aos seus clientes.

Aposta em novas áreas de negócio

Motivada pela existência de clientes que necessitavam de sistemas de acionamento tecnologicamente evoluídos, mas que não estavam dispostos a trocar toda a máquina ou linha de produção, a SEW-EURODRIVE lançou-se numa nova área de negócio: a modernização de máquinas, ou “retroffiting”. Decorridos cerca de cinco anos desde esta aposta o balanço não podia ser mais satisfatório. “Foi uma aposta claramente vencedora, como mostra o crescente número de casos de “retrofitting” que nos têm sido solicitados”, assume. De facto esta é uma solução extremamente vantajosa para o utilizador final, uma vez que permite, com menor investimento, obter uma máquina com soluções de automação inovadoras e perfeitamente adaptada às suas necessidades reais de produção. Se por um lado a nova área de negócio dá resposta a uma lacuna de mercado, por outro obriga a ter equipas multidisciplinares e altamente competentes na gestão de projetos, na conceção do projeto elétrico e mecânico e no desenvolvimento de software, exigindo à empresa um permanente investimento na formação dos seus colaboradores.

SEW-EURODRIVE Portugal

Os primeiros passos no estrangeiro foram dados em 1960, com a abertura de uma filial em Haguenau, na Alsácia, em França. Em Portugal, está presente há mais de 30 anos, produzindo e comercializando soluções de acionamento para todas as áreas de atividade industrial. Recentemente, em fevereiro deste ano, a empresa deu mais um importante passo em território nacional com a expansão do seu edifício sede, na Mealhada. A empresa, especializada no fabrico de acionamentos elétricos passou assim a contar com novas instalações de 9.400 metros quadrados de área coberta, que pretende atrair para Portugal a produção de equipamentos regularmente solicitados pelos clientes. “O principal estímulo para este investimento prende-se com a nossa confiança no desenvolvimento da indústria nacional e no que antevemos como as novas tendências de mercado. Cada vez mais os clientes esperam receber os mais diversos equipamentos em prazos cada vez mais curtos, o que só é possível mediante processos de produção e equipamentos altamente flexíveis e eficientes”, explica Nuno Saraiva. Com este investimento, a empresa espera aumentar a capacidade de reparação e manutenção de equipamentos e reforçar a abordagem de mercado como fornecedor de sistemas e automação. “No nosso caso concreto tínhamos ainda como objetivos adicionais melhorar a nossa produtividade na montagem de equipamentos em 40 por cento, objetivo que foi já ultrapassado, e oferecer uma gama de serviços única aos clientes, em Portugal”. As novas instalações contam ainda com valências especialmente dedicadas ao atendimento ao cliente, como um showroom de AGV, uma máquina Maxolution integrada, um laboratório de formação e um espaço para organização de apresentações de produto, ações de formação, dias da indústria, seminários e conferências, entre outras atividades.

Indústria 4.0: o futuro

A Indústria 4.0 tomou forma na SEW-EURODRIVE, em 2016, com o lançamento da primeira grande demonstração sobre a Indústria 4.0, com uma exposição de uma ‘smart factory’. Hoje, a quarta revolução industrial afigura-se, cada vez mais, como um pilar e uma aposta de futuro para a empresa. “A Indústria 4.0 está a acontecer, ainda que esta fase de pandemia tenha feito abrandar um pouco a sua implementação. No entanto, é nossa convicção que iremos assistir, nos próximos anos, a um crescimento exponencial das tecnologias e soluções relacionadas com este conceito”. Por este motivo, a empresa dispõe já de uma área superior a 150 metros quadrados para criar, desenvolver e testar soluções para a Indústria 4.0. “Nesta área temos desde AGV’s a soluções para armazéns automáticos com recuperação de energia, passando por sistemas de transferência de energia sem contacto e novas soluções multi-eixo. Temos também em fase final de desenvolvimento uma nova app que permitirá aos utilizadores um acesso imediato a todas as informações sobre o equipamento instalado, mediante a leitura de um QR Code impresso na chapa de características”, adianta.

A entrada para a Indústria 4.0 envolve a atualização significativa das competências e capacidades digitais das empresas e implica transformações em várias partes da organização. Por forma a dar a devida resposta aos atuais desafios desta indústria a SEW-EURODRIVE tem direcionado o seu foco para o desenvolvimento de soluções para cinco grandes áreas de atuação. “A Indústria 4.0 traz consigo grandes desafios. A SEW-EURODRIVE tem procurado dar a devida resposta e desenvolver soluções em cinco importantes áreas: gestão e partilha de dados, gestão de produção, gestão de energia, gestão preditiva da manutenção e gestão de intralogística”.

Assim, voltada para o futuro, a nova fábrica 4.0 abrange todas as novas oportunidades relacionadas com o processo produtivo em rede, como montagem, manutenção, reparação, marketing e vendas. Com máquinas e componentes que já não estão apenas ligados em rede e controlados centralmente (como na Indústria 3.0) este novo processo tem também a capacidade de tomar decisões independentes de forma descentralizada, com base em informação digital e, posteriormente, incorporar informação válida no sistema de produção global.

A sustentabilidade – compromisso e orientação para o futuro

Para uma empresa orientada para o futuro como a SEW-EURODRIVE, a ação sustentável, numa perspetiva mais ampla, representa uma responsabilidade e um desafio. Baseada nesta premissa, a empresa vem apostando na criação de produtos mais sustentáveis e na implementação de processos produtivos energicamente mais eficientes. “O design dos nossos novos produtos considera, desde há muito, conceitos de TCO (Total Cost of Ownership) e economia circular. A título de exemplo, a SEW-EURODRIVE foi pioneira ao apresentar um conversor de frequência reciclável e apresentou, em 2004, o primeiro acionamento mecatrónico com nível de eficiência superior ao IE4. Por outro lado, nos nossos processos produtivos e instalações incorporamos soluções energeticamente eficientes e com recurso ao consumo de energias renováveis”, esclarece Nuno Saraiva acerca das práticas da empresa que é, desde 2014, certificada pela ISO 14001, que atesta a permanente atenção da empresa na implementação de práticas ambientais sustentáveis.

Grandes novidades em destaque na EMAF

Considerada o maior evento português do setor industrial, a EMAF – Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos e Serviços para a Indústria regressa este ano à Exponor para renovar a sua aposta na internacionalização de tecnologias, na inovação da indústria e no conhecimento técnico especializado. Para esta edição, à semelhança das anteriores, a SEW-EURODRIVE tem reservadas algumas das suas mais recentes novidades. Durante quatro dias, quem visite o stand da empresa poderá conhecer de perto, por exemplo, a sua nova app, o serviço de Online Support, ou ainda o conceito modular MOVI-C em conversores de frequência. Num palco estratégico para a indústria portuguesa, a SEW-EURODRIVE espera receber a visita de diversos parceiros de negócio, estabelecer pontes e, é claro, dar a conhecer os seus mais recentes produtos e soluções.

Leave a Comment